Os 10 Maiores Mitos Sobre Henê

O henê é um produto que sofre muito preconceito, por ser uma química barata, muito eficiente e de fácil manuseio. E em volta desse preconceito, surge inúmeros mitos, uns mais bizarros que o outro, por isso, nesse post irei esclarecer os seus 10 maiores mitos sobre. Vamos mostrar cultura para esse povo?

Mitos Sobre o Henê

Henê Pelúcia

 

Henê contém chumbo

Esse é o mito máster. Ele não contém nem nunca conteve chumbo na sua composição. O chumbo é um metal altamente tóxico, podendo contaminar uma pessoa com uma quantidade mínima. Seu uso em cosméticos foi proibido há muitos anos, e o henê é certificado pela Anvisa. Esse mito surgiu, pois, a planta que a princípio se extraía o pirogalol (princípio ativo do henê), tinha uma facilidade muito grande de absorver sais metálicos, inclusive metais pesados. E há muito tempo atrás (muito mesmo), essa planta era cultivada em águas contaminadas por chumbo, daí o mito. Mas hoje em dia, isso não ocorre, e existem outras fontes das quais o pirogalol pode ser extraído.

Já falei aqui no blog, mais sobre o princípio ativo do henê, se você ainda não viu, clique aqui.

Henê causa queda/quebra

Qualquer produto, mesmo que não sendo uma química, pode danificar o cabelo. O que causa os danos no fio, não são os produtos em si, e sim, a maneira irresponsável que é usado.

Quem usa henê não pode usar secador/chapinha/babyliss

Pode usar normalmente qualquer fonte de calor, tanto que alguns fabricantes até indicam. O que ocorre é que não precisa usar escova ou chapinha, pois o próprio henê, se encarrega de deixar o cabelo liso natural, sem a necessidade de usar outros meios para alisar o cabelo.

Henê não é compatível com nada

Ele possui compatibilidade sim com alguns produtos. Assim como qualquer outra química, haverá produtos compatíveis e incompatíveis. Existem tinturas, progressivas, botox, selagens, etc., compatíveis.

Aqui no blog, tem um post onde eu falo detalhadamente sobre isso, clique na imagem abaixo para conferir.

Henê

Henê forte alisa mais rápido

Nenhum henê alisa mais que o outro, existem para diferentes tipos de cabelo, henê forte não alisa mais, ele é para cabelos grossos.

O henê só pode ser usado em cabelos virgem

Independente da química que você usar, você pode iniciar o uso do henê, desde que aguarde 30 dias desde o uso da química anterior e o teste de mechas dê certo. O henê se torna incompatível com algumas químicas depois do seu uso.

Com o tempo o henê desbota/sai

Uma vez aplicado, ele nunca mais sai, nem a tintura, nem o alisamento. Não é necessário retocar a parte que já atingiu o resultado desejado, e nem se deve, pois, o excesso do produto causa quebra. Existe um produto que promete retirar o henê dos fios, porém, esse não é o assunto em questão.

Henê é somente para cabelos crespos

Ele é para qualquer tipo de cabelo, lisos, ondulados, cacheados ou crespos.

Henê causa câncer

Esse é tão mito quanto o primeiro. Ele não é cancerígeno, como disse acima, ele é liberado pela Anvisa, e vamos combinar, a Anvisa não liberaria para venda um produto cancerígeno. Esse mito surgiu, pois o pirogalol, é um fenol, que quando tem o seu pH modificado, pode se tornar cancerígeno. Porém, o henê não contém somente o pirogalol na sua composição, e a quantidade presente se encontra no pH adequado para a substância ser inofensiva à saúde.

Se parar de usar o cabelo cai/quebra

O que acontece é que geralmente quando a pessoa para de usar, ela também para com certos cuidados, e cabelo mal cuidado, é cabelo danificado.

Espero que tenham gostado e que o post tenha sido esclarecedor, qualquer dúvida pode deixar aqui nos comentários.

Beijos!

Não deixe de conferir também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.