Dicas Para a Chapinha Não Danificar os Cabelos

Quem é adepto ao cabelo alisado sabe que a chapinha tá ali, sempre presente. Mas ela não é tão amiga assim, apesar de na maioria das vezes deixar um efeito bonito, ela danifica os fios, por isso é necessário ter um grande cuidado.

Imagine só, uma chapa quente (fervendo praticamente), que muitas vezes chega a temperatura de 230°, sendo prensada em um fio da grossura de uma linha. Já pararam pra pensar?

A chapinha por ser quente, ela retira toda a água, resseca, por isso que quando usamos, vemos aquela fumacinha saindo dos fios é toda a hidratação dizendo “Bye bye gentê!”, por isso é necessário termos alguns cuidados.

 

 

Evite ao máximo usar.
Pensem comigo, se você não usa, seu cabelo não danifica! Hahaha É meio óbvio, mas é a principal dica que eu posso dar. Quanto mais você usa, mais danos tem, portanto, não utilize em excesso, busque outras formas de alisar os cabelos que não danificam tanto, e só use quando não tiver jeito. Mas caso você seja um grande fã de chapinha, utilize no máximo 1x por semana, seguindo as dicas abaixo.

 

Regule a temperatura.
É muito lindo ver que uma chapinha chega até 230°, que ela é super potente, mas não é por conta disso que você vai utilizar o seu máximo. Cada tipo de cabelo requer uma temperatura diferente. Quanto mais fino o fio, menor a temperatura, quanto mais grosso, maior.

Por exemplo: Fios finos e quimicamente tratados= de 180° para menos.

Fios grossos= 180° para mais.

Salvando os casos de uso de prancha em processos químicos como selagens e progressivas, que requerem uma alta temperatura para a ação do produto.

 

Só utilize com os cabelos limpos.
A prancha tem um efeito selante, portanto, quando você aplica ela nos fios, tudo que estiver neles, irá “grudar”, inclusive a sujeira. Isso além de danificar os fios, também o deixa com aspecto de sujo e oleoso.

 

Faça um tratamento sempre que for usar chapinha.
Seja ele hidratação, nutrição ou reconstrução, mas faça. O cabelo perde muitos nutrientes enquanto está sendo pranchado, portanto, deixe-o bem preparado.

 

Faça uma escova antes.
Principalmente se seu cabelo for cacheado ou crespo, isso deixará os fios mais lisos e facilitará a chapinha até mesmo reduzindo o seu uso.

 

Utilize um bom protetor térmico.
Nunca abra mão do protetor. Esse produto cria uma película envolta do fio, protegendo do calor excessivo e mantendo o brilho, maciez e hidratação.

Já tem uma resenha de um protetor térmico maravilhoso aqui no blog, para saber mais clique aqui.

 

NUNCA utilize chapinha com os cabelo molhados ou úmidos.
Além de desidratar mais rápido os fios, você também pode acabar causando um acidente que pode ser fatal. Existem casos de pessoas que morreram eletrocutadas ao utilizar prancha com os fios molhados.

 

Esteja com o cabelo bem desembaraçado.
Os fios embolados podem acabar causando quebra no momento em que a prancha for utilizada, então deixe-o bem alinhados.

 

Pegue mechas finas.
Quanto mais grossa a mecha, mais difícil de alisar, mais vezes você terá que passar a prancha e mais danificado o cabelo irá ficar.

 

Não passe muitas vezes a prancha na mesma mecha.
No máximo 3x na mesma mecha já é o suficiente para alisar os fios. E evite ficar com a chapinha parada no cabelo, isso pode queimar o fio, causando ressecamento e quebra.

 

Quando terminar o processo, utilize o secador de cabelos no jato frio.
Além de dar um brilho incrível, também diminui a eletricidade estática, reduzindo o frizz.

 

Após terminar utilize um reparador de pontas.
Essa dica além de dar brilho, devolve também a maciez aos fios.

 

São dicas básicas mas que fazem uma diferença enorme! Espero que tenham gostado!
Beijinhos!

Não deixe de conferir também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.