Porque Eu Não Sigo o Cronograma Capilar

Porque Eu Não Sigo o Cronograma Capilar

Eu já fiz vários posts aqui para o blog falando sobre o cronograma capilar, inclusive indicando e ensinando como fazer. Porém, depois de pesquisar e pensar muuuito, eu resolvi parar de seguir o cronograma e resolvi contar para vocês os motivos, quem sabe alguém não se identifica?

Mas já quero deixar bem claro que minha intenção não é denegrir a imagem do cronograma nem fazer você parar de seguir, tá? Só quero mesmo contar o porquê eu não sigo mais.

Motivos Por Eu Não Seguir o Cronograma Capilar

Porque Eu Não Sigo o Cronograma Capilar

Nomenclaturas

Como já sabemos, o cronograma é composto por três etapas: Hidratação, nutrição e reconstrução. Porém, eu acho esses nomes meio equivocados e sinceramente para mim não fazem muito sentido. “Ain Bruna, deixa de ser chata e deixa os nome em paz!”. Sim, pode ser chatice da minha parte, mas analisa comigo:

Hidratação, quer dizer a introdução de água em uma molécula, que reestabelece o grau de umidade. Até aí okay, de fato, é possível levar água para o interior do fio através de produtos hidratantes, como a glicerina por exemplo, e de fato, praticamente todos os produtos de tratamento capilar hidratam o fio. Então até aí tudo bem.

Nutrição, quer dizer providenciar alimentos, comer, mas nosso cabelo não come, não é? Esse nome é dado, pois nessa etapa no cronograma usamos óleos, ou seja, lipídeos e damos eles aos fios, mas sinceramente não faz muito sentido usar o nome para um tratamento capilar (chatice minha).

Reconstrução, quer dizer construir novamente o que foi destruído, porém, nosso cabelo é tecido morto, o que o torna impossível de se reconstruir. “Bruna, mas uma parede também não tem vida e podemos reconstruir! E aí, sai dessa!”. Sim, porém, a parede nós pegamos tijolos e colocamos nos buracos e não é possível pegar pedaços de cabelo e colar onde está danificado. O máximo que conseguimos na reconstrução capilar, é amenizar temporariamente os danos usando produtos que devolvam massa capilar, como proteínas hidrolisadas, mas o efeito como eu disse é temporário então tecnicamente não estamos reconstruindo e sim disfarçando. É por isso que em caso de danos extremos temos que cortar.

Componentes Nas Máscaras

Outra coisa que me deixa intrigada é em relação a separação das máscaras para serem usadas no cronograma. Ele diz que máscaras com vegetais e vitaminas entram na hidratação, óleos e manteigas na nutrição e proteínas na reconstrução, porém, nenhuma máscara é formada 100% apenas desses componentes, então nunca vamos ter uma máscara somente hidratante, uma somente nutritiva e uma somente reconstrutora, vendo que a maioria dos produtos tem vários componentes na fórmula.

E já que as máscaras não são organizadas por componentes dessa forma, não faz sentido eu ficar ali separando.

Ordem de Etapas do Cronograma Capilar

Ele é organizado por etapas, onde definimos em uma tabela os cuidados que teremos durante o mês inteiro. Porém, nosso cabelo é imprevisível, e ás vezes chega no dia da hidratação e o cabelo precisa de óleos, e aí?

Por isso, não acho bacana se prender a uma tabela, e sim, analisar a necessidade do fios naquela lavagem.

Para mim por exemplo, quando seguia o CC, meu cabelo vivia ressecado, pois ele tem uma necessidade enorme de nutrição, e mesmo colocando muitas no meu, às vezes chegava o dia de uma hidratação e meu cabelo estava seco, precisando de nutrição.

Quantidade de Reconstruções

O cc diz que devemos fazer no máximo 2 reconstruções por mês, isso cabelos danificados, pois caso contrário, pode ocorrer danos. Até pouco tempo eu pensei assim, até ter um corte químico.

Excesso de proteína realmente é ruim e enrijece o fio, porém, em um cabelo danificado, isso não se aplica, principalmente se o dano dele é por falta de massa. Nesse caso, o fio precisa de massa até se recuperar, uma, duas e até 3x na semana e não, isso não mata ninguém, pelo contrário.

Eu mesma, faço 3 reconstruções seguidas quando vou retocar a minha química e senti uma melhora imensa no meu fio.

Consumismo

Outra ideia que não me agrada, é o consumismo que o cronograma trás, quando o seguimos, achamos que precisamos ter todas as máscaras do mundo, trocentas para cada etapa e só assim nosso cabelo vai ser saudável, quando na verdade, apenas uma já cumpre seu papel.

Se vocês quiserem, eu posso trazer um outro post com a minha rotina capilar e a minha alternativa ao cronograma.

Alguém se identificou? Vocês seguem o cronograma? Me conta aqui!

Beijos!

Não deixe de conferir também:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.