Tudo Sobre Petrolatos nos Cabelos

Eu aposto que pelo menos uma vez na vida, você já ouviu o termo “petrolato”. Atualmente, tenho visto muito se falar sobre ele, mas muitas pessoas criam visões distorcidas e causam uma certa confusão. Por isso, vamos entender melhor sobre o assunto?

O que é o Petrolato

Petrolato
Via: Sabão e Glicerina

Ele é um componente derivado do petróleo, como o próprio nome já indica. Também conhecido e podendo ser encontrado pelos nomes de óleo mineral, parafina líquida, vaselina, mineral oil e praffinum liquidum.

É transparente, inodoro quando frio e quando aquecido, apresenta um leve odor de petróleo, possui textura oleosa.

Função nos Produtos Capilares

O petrolato não possui função hidratante, nutritiva ou reconstrutora, ele não tem o poder de penetrar nos fios para tratar, ele age de maneira externa e apenas trazendo uma aparência bonita ao fio, mas isso é temporário, só dura até a próxima lavagem.

Vale lembrar também, que ele não possui função química, ou seja, ela não tem capacidade de modificar a estrutura do fio de cabelo, portanto não possui incompatibilidade com nenhuma outra química ou produto capilar.

Ele é como uma maquiagem, só que capilar. Quando usamos maquiagem na nossa pele, ela nos deixa mais bonita enquanto estivermos com ela, mas ela não cuida da pele, quando retiramos a maquiagem, nossa pele está da mesma maneira que antes, e quando não retiramos adequadamente, ela nos trás problemas. Assim é o petrolato.

Apesar de não possuir nenhuma função que trate os fios, as empresas cosméticas ainda o usam, por ele trazer emoliência e beleza ao fio, e pelo seu baixo custo.

Riscos ao Utilizar

O petrolato não é um produto maléfico ao cabelo, até porque se fosse, empresas renomadas, como por exemplo a Kerástese, não o usariam.

O único risco, é caso você não o retire da maneira adequada, que é lavando com shampoo com sulfato, pois quando ele não é retirado corretamente dos fios, pode ocorrer o acúmulo, o que formará uma “capa” em volta do fio, impedindo a entrada de outros nutrientes e desencadeando danos como quebra, opacidade, entre outros problemas.

Outra maneira de danificar o fio com seu uso, é se você utilizar petrolato puro nos fios, sem tratamento algum. Com o tempo, o cabelo sentirá necessidade de outros tratamentos, podendo ter danos.

 

Importante!

Os cosméticos que apresentam o petrolato na sua composição, não são compostos apenas por ele, eles também apresentam óleos, vitaminas, proteínas e outros componentes que fazem bem ao fio. Desde que você utilize de maneira correta, ele não trará dano nenhum.

O petrolato só não é indicado para pessoas adeptas as técnicas de low e no poo, pois nesse caso, não é utilizado o shampoo com sulfato. Por isso é usado o termo “proibido”, se referindo ao seu uso para ambas as técnicas.

Espero que esse post possa ser esclarecedor. Qualquer dúvida, comente aqui em baixo!

Beijos!

Não deixe de conferir também:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.